Busca por Assunto

Descobrindo o sexo do bebê

Sexagem fetal (8 semanas de gestação ou menos)

Identificação do sexo do bebê, através do DNA no sangue materno

A sexagem fetal, ou diagnóstico precoce do sexo do bebê, é uma nova técnica para identificação do sexo do feto numa fase inicial da gestação, realizada através de uma amostra de sangue da mãe. Durante a gestação, existe a passagem de uma pequena quantidade de células fetais para o sangue materno. O exame dessas células na corrente sangüínea, revela o sexo do bebê sem riscos, pois requer apenas a coleta de um pouco de sangue materno. Existe a esperança de, no futuro, exames desse tipo substituírem a amniocentese e biópsia de vilo corial para avaliação segura de anomalias cromossômicas. Entretanto, ainda existem dificuldades pelo fato da quantidade dessas células serem muito pequenas e de difícil identificação. Várias tentativas têm sido feitas e já se conseguiram muitos avanços.

Este teste se baseia na identificação de partes do cromossomo Y na circulação materna. Como apenas o indivíduo do sexo masculino possui esse cromossomo dentro de sua célula, sua presença indica um menino e sua ausência indica uma menina. Este exame é feito em laboratório de Biologia Molecular e vem sendo desenvolvido e experimentado há algum tempo.

Sexagem Fetal

Índice de acerto do teste de determinação do sexo fetal pela análise do DNA no plasma materno, de acordo com o sexo do bebê e idade gestacional.

Semanas No de pacientes Fem. Masc.
< 8 39 74.00% 99 .00%
8 - 12 174 99 .00%* 99 .00%*
11-12 122 99 .00%* 99 .00%*
> 13 218 99 .00%* 99 .00%*

*Obs.: Embora até hoje não se tenham observado erros na determinação do sexo após 8 semanas de gestação prefere-se, por motivos éticos, considerar a taxa máxima de acerto 99%.

Grávida Feliz Grávida Feliz