Busca por Assunto

Cuidados maternos após o nascimento do bebê

Dirigir automóvel

O retorno da musculatura abdominal à tonicidade normal ocorre lentamente. Nos primeiros dias após o parto, quando o intestino ainda não funcionou e a quantidade de gases está aumentada, a distensão pode ser grande, a ponto de se perguntar ao médico em tom de brincadeira "não foi esquecido um outro bebê dentro da barriga?". Isso independe do fato de ter sido parto normal ou cesárea. A flacidez depende do grau de distensão durante a gestação (tamanho do bebê e quantidade de líquido amniótico) e, basicamente, da constituição física da paciente.

Após o funcionamento do intestino, geralmente à custa de laxantes, melhora bem o quadro, embora o abdômen possa continuar ainda um pouco distendido. Aproximadamente 15 dias após o parto, a parede abdominal já atingiu 70% de sua tonicidade normal, sendo o restante atingido com exercícios físicos, que deverão ser iniciados cerca de 2 meses após o nascimento do bebê. As cintas para gestantes, embora façam com que a paciente tenha liberdade maior nos movimentos (por se sentir mais segura) e uma melhor aparência, fazem com que a musculatura abdominal seja menos solicitada durante a movimentação normal do dia-a-dia, retardando, assim, o retorno do abdômen à sua tonicidade normal.

Grávida Feliz Grávida Feliz