Busca por Assunto

Cuidados estéticos

Alterações nos pêlos, cabelos e unhas

Pode ser observado, na gestação, aumento de pêlos tanto no rosto como em outras áreas do corpo. Isto se deve ao aumento do número de folículos na fase de crescimento do bebê (fase anágena). Este aumento de pêlos é transitório, e resolve-se espontaneamente após o parto.

Com relação aos cabelos, a gestação exerce um efeito imprevisível nos mesmos. Algumas ficam com cabelos ressecados e outras, o oposto. Cabelos lisos podem se tornar mais crespos e vice-versa. Muitas vezes, fica difícil acostumar-se a estas mudanças, pois o cabelo, neste período, fica mais difícil de ser tratado. Depois do parto, por volta do quarto ou quinto mês, ocorre uma queda de grande quantidade de fios de cabelo, pois cessam os níveis altos de hormônios que circulavam durante a gravidez. Esta queda abundante geralmente leva a mulher a ficar extremamente preocupada e aflita. A reposição dos cabelos, apesar de lenta, tende a ocorrer, em regra, dentro de um ano.

Quanto a processos químicos (tinturas, reflexos, permanentes, alisamentos) por precaução, é melhor realizá-los após o terceiro mês de gravidez. Não está contra-indicado o uso das tinturas, porém, por motivos de segurança, utilize tinturas industrializadas e não mistura de tintas que alguns profissionais costumam utilizar para criar outras colorações, pois a mistura de duas ou mais cores pode gerar compostos sob os quais não se têm controle ou estudo.

Xampus e condicionadores podem ser utilizados durante toda a gestação, assim como os cosméticos para as unhas (esmaltes). O único problema que podem causar são alergias devido aos diversos compostos químicos que compõem estes produtos. A alergia ou dermatite de contato alérgico não é prejudicial à gestação, porém traz transtornos que podem muito bem ser evitados. Portanto, é aconselhável, durante a gravidez, a utilização de produtos já conhecidos e sabidamente não-alérgicos para cada mulher.

Grávida Feliz Grávida Feliz