Busca por Assunto

O parto harmonizado

A assistência ao parto
um ambiente ideal

Apoio

É fundamental que, neste momento, marido, companheiro, obstetriz responsável e médico obstetra estejam em perfeita sintonia e transmitam à gestante total confiança e vontade de ajudar durante o trabalho de parto. A grávida, neste momento, tende a sentir-se solitária, e necessita de cuidados médicos, além de massagens, carinho e informações sobre o processo que está vivenciando. A confiança que deposita naqueles que estão ao seu redor deve ser a máxima possível. Deve haver competência, compreensão e respeito para com o ritmo e os tempos que precedem o parto normal

.

Silêncio, iluminação e ambiente acolhedor

Devem ser evitadas conversas paralelas desinteressantes, vozes de comando alteradas e sons que possam perturbar o bem-estar da gestante. Ruídos de ambientes vizinhos e o entra e sai de pessoas, o tempo todo, podem perturbar o clima de paz. A iluminação à meia luz ou a penumbra podem melhorar ainda mais o relaxamento. O uso de abajures, lâmpadas fracas ou simplesmente o fechar das cortinas tornam o cenário mais acolhedor e íntimo.

Música

Para algumas mamães é relaxante e inspiradora.

Posicionamento

Algumas posições melhoram o fluxo sangüíneo do útero e podem dar mais conforto à gestante. A posição preferencial é a do corpo virado para o lado esquerdo.

Movimentação

Se for possível, procurar evitar que a mulher fique o tempo todo deitada. A mobilidade auxilia o movimento dos ossos da bacia e ajuda a diminuir o tempo do trabalho de parto.

Massagens

A sensação de dor diminui com as massagens, pois estas competem com as mensagens de dor enviadas ao cérebro pelas contrações uterinas do trabalho de parto. Estas massagens devem ser aplicadas por profissionais competentes nas costas (durante as contrações) e nos ombros e pescoço (entre as contrações), pois ajudam a relaxar. A massagem suave na barriga, braços e pernas dão a sensação de apoio físico e companheirismo. Todas elas são de grande valor.

Respiração

Entre uma contração e outra, a respiração deve ser calma e profunda proporcionando um maior relaxamento. Durante a contração deve ser mais acelerada, começando lentamente e tomando-se mais curta em seu auge (como cachorrinho), e voltando a ficar longa conforme a contração vai diminuindo de intensidade. Este tipo de respiração alimenta a oxigenação do bebê, e proporciona um agradável relaxamento durante o intervalo das contrações.

Uso da água

O chuveiro sobre as costas é relaxante e pode diminuir a sensação de dor. Água muito quente pode causar queda de pressão.

Relaxamento

A tensão exagerada durante as contrações de trabalho de parto pode representar uma força contrária à evolução das contrações e da dilatação, o que leva ao aumento da dor. O relaxamento ameniza a sensação angustiante da dor e faz com que a gestante se desligue das preocupações do mundo exterior, o que diminui o tempo entre o início das contrações e o nascimento do bebê.

Grávida Feliz Grávida Feliz